Respostas Sociais

ERPI

Estrutura Residêncial para Pessoas Idosas

CD

Centro de Dia

SAD

Serviço de Apoio Domiciliário

Estrutura Residêncial Para Idosos

A Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (E.R.P.I.) é uma Resposta Social que consiste no alojamento colectivo, de utilização temporária ou permanente, em que são desenvolvidas actividades de apoio social e prestados cuidados médicos e de enfermagem.

Constituem objectivos da ERPI:

  • Proporcionar serviços permanentes e adequados às necessidades biopsicossociais das Pessoas Idosas
  • Assegurar um atendimento individual e personalizado em função das necessidades específicas de cada Pessoa
  • Promover a dignidade da Pessoa Humana e oportunidades para a estimulação da memória, do respeito pela história, cultura, hábitos, costumes e espiritualidade de cada individuo e pelas suas reminiscências e vontades conscientemente expressas
  • Contribuir para a estimulação de um processo de envelhecimento activo, estimulando a autonomia
  • Promover o aproveitamento de oportunidades para a saúde, participação e segurança no acesso à continuidade de aprendizagem ao longo da vida e o contacto com novas tecnologias úteis
  • Prevenir e despistar qualquer inadaptação, deficiência ou situação de risco, assegurando o encaminhamento mais adequado
  • Contribuir para a conciliação da vida familiar e profissional do agregado familiar;
  • Promover o envolvimento e as competências da Família

E ainda, de acordo com cada caso específico:

  • Promover estratégias de manutenção e reforço da funcionalidade, da autonomia, da independência, do autocuidado e da autoestima
  • Promover oportunidades para a mobilidade e actividade regular, tendo em atenção o estado de saúde e recomendações médicas de cada pessoa
  • Promover um ambiente de segurança física e afetiva, prevenir os acidentes, as quedas, os problemas com medicamentos, o isolamento e qualquer forma de mau trato
  • Promover a intergeracionalidade;
  • Promover os contactos sociais, potenciar a integração social e os intercâmbios institucionais
  • Promover a interacção com ambientes estimulantes, as capacidades, a quebra da rotina e a manutenção do gosto pela vida

Serviços prestados em ERPI:

– Alojamento (individual, duplo, triplo, de casal);
– Alimentação confeccionada pela Instituição;
– Higiene, Beleza e Conforto Pessoal;
– Tratamento de Roupas;
– Cuidados de imagem (cabeleireira, esteticista…);
– Apoio Sociofamiliar;
– Actividades de Desenvolvimento Pessoal;
– Consultas de Clínica Geral;
– Enfermagem;
– Gestão medicamentosa;
– Assistência religiosa;
– Fisioterapia;
– Ginástica Sénior;

Centro de Dia

O Centro de Dia (C.D.) é uma resposta social, desenvolvida em equipamento, que consiste na prestação de um conjunto de serviços que contribuem para a manutenção dos idosos no seu meio sócio-familiar. Existem várias actividades, de modo a permitir ao utilizador a frequência de uma ou mais, de acordo com as suas necessidades e interesses. A admissão do idoso é prioritária, sempre que este se encontre em situação de risco de acelerar ou degradar o processo de envelhecimento.

Os objectivos do Centro de Dia são:

  • Prestação de serviços que satisfaçam necessidades básicas;
  • Prestação de apoio psico-social;
  • Fomento das relações interpessoais ao nível dos idosos e destes com outros grupos etários, a fim de evitar o isolamento.

O CENTRO DE DIA assegura a prestação dos seguintes cuidados e serviços:

– Atividades socioculturais, lúdico-recreativas, de motricidade e de estimulação cognitiva;
– Nutrição e alimentação, nomeadamente almoço e lanche;
– Administração de fármacos quando prescritos;
– Articulação com os serviços locais de saúde, quando necessário.

O CENTRO DE DIA pode ainda assegurar outros serviços, nomeadamente:

– Cuidados de higiene pessoal;
– Cuidados de imagem;
– Jantar;
– Tratamento de roupa;
– Fisioterapia.

O Centro de Dia funciona em articulação com outros serviços oficiais da comunidade, autarquias, ONG’s e outros.

Serviço de Apoio Domiciliário

O Serviço de Apoio Domiciliário (S.A.D.) é uma resposta social que consiste na prestação de cuidados individualizados e personalizados no domicílio, a indivíduos e famílias quando, por motivo de doença, deficiência ou outro impedimento, não possam assegurar temporária ou permanentemente, a satisfação das suas necessidades básicas e/ou as actividades da vida diária.

Os objectivos gerais do Serviço de Apoio Domiciliário são:

  • Contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos indivíduos e famílias
  • Contribuir para retardar ou evitar a institucionalização.

SERVIÇOS INDISPENSÁVEIS:

– Alimentação confeccionada pela Instituição;
– Higiene Pessoal;
– Tratamento de Roupas na Lavandaria;
– Higiene Habitacional;
– Gestão Medicamentosa;

SERVIÇOS PONTUAIS:

– Apoio Sociofamiliar;
– Actividades de Desenvolvimento Pessoal;
– Fisioterapia;
– Ginástica Sénior;
– Acompanhamento pontual ao exterior;
– Aquisição de Bens e Serviços;
– Pequenas reparações no domicílio;

A operacionalidade do SAD deverá resultar de uma rede de serviços organizada a partir da parceria estabelecida entre as entidades envolvidas no processo nomeadamente serviços locais de saúde e autarquia.

Close Menu